[Variância Negativa] 10 Dicas do que não fazer numa prova

segunda-feira, 20 de maio de 20130 comentários


Chega a temporada de provas e cometemos os mesmos erros. Abaixo temos alguns exemplos do que não fazer durante uma prova. Fique de olho!





1) Chegar atrasado

A gente sempre acha que vai dar tempo mas é preciso ficar atento ao horário. Em algumas provas de concurso é comum alguns candidatos confundirem o horário de fechamento dos portões com o de início da prova. Na faculdade tudo pode acontecer: congestionamento, ônibus que passa direto do ponto, etc. Com o tempo normal dado pelo professor já é difícil, com alguns minutos de atraso é ainda pior. Além do mais você ainda pode ser barrado se o atraso for grande, daí suas horas de estudo irão pelo ralo.



2) Esquecer a calculadora

Imagine a sua vida sem ela. Fazer uma prova, sobretudo de algumas disciplinas, sem uma calculadora é complicado. Pior ainda é descobrir que a esqueceu na hora da prova. Por isso, é bom dar uma olhada antes de sair de casa para ver se ela está na mochila. Não vale esquecer também o restante do material, como borracha, lápis, régua, etc.




3) Não se alimentar direito

Nosso cérebro precisa de energia para trabalhar. Fazer uma prova logo cedo sem tomar café da manhã não é uma boa ideia. O ideal é se alimentar antes de sair de casa e levar alguma coisa para comer durante a prova, por exemplo: uma fruta, barra de cereal ou um chocolate.



4) Ficar ansioso

O nervosismo pode te atrapalhar bastante então mantenha a calma. É difícil, mas você pode fazer algumas coisas para minimizar os efeitos. É bom pensar sempre positivo, tentar se distrair antes de começar a prova, conversando com os amigos ou ouvindo música. Só não vale pensar que já tirou zero.



5) Perder a noção do tempo

Quem fez o ENEM sabe que a gestão do tempo é muito importante. É preciso ficar de olho na hora. Então, leve um relógio ou então peça ao professor para avisar quando faltar pouco tempo para o fim da prova. Não seria nada bom se você ainda estivesse na metade da prova quando faltassem 10 minutos para o término.



6) Escolher o pior lugar para se sentar

Mesa bamba, cadeira barulhenta, goteira, iluminação ruim, ar condicionado forte e alguém resfriado ao seu lado são alguns exemplos de coisas que podem te distrair durante uma prova. Antes de escolher onde se sentar dê uma olhada no ambiente. Durante a avaliação, você pode até pedir para trocar de lugar se realmente estiver incomodado.




7) Fazer a prova com sono

Tenha uma boa noite de sono ou você poderá acabar derivando ao invés de integrar. Alguns preferem virar a noite estudando. Ok, a gente acaba deixando para a última hora, mas o ideal é não precisar fazer isso, ou seja, estudar anteriormente. Se não tiver jeito, um cafezinho pode ser a solução nesse caso.







8) Não garantir as questões fáceis

Leia a prova inteira e faça as questões fáceis. Não perca tempo nas outras que você não esteja conseguindo fazer e passe para outra. Garanta o que você sabe! 
Recentemente, numa prova alguns alunos deixaram de fazer o segundo item de uma questão pois o anterior era difícil. A letra a pedia para provar uma fórmula (muitos não conseguiram fazer) e a letra b pedia apenas para fazer um cálculo com os valores dados no enunciado usando a expressão também dada no item anterior (bem fácil). Ou seja, lendo a prova com atenção isso não teria acontecido. É claro que é fácil falar, pois na hora há o nervosismo, então não esqueça da dica 4 também.



9) Não analisar o resultado encontrado

Variância negativa (temos uma coluna com esse nome) e probabilidade que não esteja entre 0 e 1 são erros graves.  Alguns professores até estabelecem um decréscimo caso algum aluno escreva isso numa prova. Eu sei, todo mundo erra, porém nesse caso você pode usar isso a seu favor. Depois de tantos cálculos, use o que você sabe para analisar o resultado encontrado. Na hora você pode pensar: ops, encontrei uma variância negativa, então errei alguma conta! Você também pode calcular a derivada para verificar se a sua integral está correta, por exemplo. Portanto, fique de olho no resultado que você encontrou.



10) Achar que a solução que imaginou estaria errada

Achar que estava escrevendo algo errado, apagar tudo e depois descobrir que aquele caminho era certo quando ver o gabarito. Já aconteceu com muita gente. Portanto, na dúvida, não deixe a questão em branco e faça o que acha certo. Em questões objetivas você pode chutar e marcar qualquer opção, já nas discursivas, tudo o que você escrever será lido, e poderá ser considerado parcialmente certo. Para resolver uma questão com segurança faça bastantes exercícios, ou seja, estude.



Este é mais um post da coluna Variância Negativa: um papo sobre a vida do estudante de Estatística.
Por Vinicius Leite.
Compartilhe :
 
Support : Creating Website | Johny Template | Mas Template
Copyright © 2011. Estatisti.co - All Rights Reserved
Template Created by Creating Website Published by Mas Template
Proudly powered by Blogger