A Estatística “Mentirosa”

sexta-feira, 8 de março de 20130 comentários



"Há três espécies de mentiras: as mentiras, as mentiras abomináveis e as mentiras estatísticas." - Mark Twain


Se bem usados, os conhecimentos de Estatística podem levar a decisões que possibilitem mudar o rumo de uma empresa, evitar catástrofes, revolucionar um determinado setor industrial etc. Entretanto estes também podem servir como um instrumento de manipulação e persuasão.

Verifique as Fontes


Ao se deparar com notícias ou artigos que apresentem dados estatísticos como forma de embasamento ou de defesa daquilo que está sendo apresentado no texto, é importante que o leitor sempre que possível cheque a fonte destes dados, verifique se a mesma possui credibilidade, ou se até mesmo as conclusões apresentadas fazem algum sentido.


Para ilustrar, pensemos nos dados de pesquisas eleitorais como um exemplo. Nem sempre os encarregados delas são órgãos confiáveis e de credibilidade. De forma que nada nos garante que elas estejam nos moldes mais adequados para retratar com fidelidade aquilo que deveria ou que não foi manipulada para acrescer em alguns pontos percentuais para um determinado candidato, no qual por alguma razão haja um interesse de promovê-lo.

Leia os gráficos com atenção


O famoso gráfico de pizza, se construído em 3D, por determinados ângulos pode causar uma impressão errada da verdadeira proporção representada.




Note que 13% não é uma quantia significativamente superior a 12%, entretanto no gráfico acima a fatia de cor roxa que corresponde à faixa etária de 31 a 35 anos aparenta ser bem maior do que a fatia de cor verde, que corresponde à faixa etária de 36 a 45 anos.

Mudanças de escala também podem gerar um efeito visual que confunde quem observa estes gráficos. Em alguns casos isso é até mesmo intencional.



No gráfico acima nota-se claramente que as barras usadas para representar os pontos de audiência das duas emissoras estão em escalas ligeiramente diferentes. O que é suficiente para causar um efeito enganoso, fazendo parecer que de 2004 para 2009 a audiência das duas ficou muito próxima de se igualar.

O bom uso da Estatística depende de um conhecimento complexo e sofisticado que só um especialista possui. Para que sejam tiradas conclusões a partir de dados levantados por uma pesquisa é necessário que todo o procedimento tenha sido realizado corretamente. Portanto, sempre que ler qualquer texto que apresentar dados estatísticos, tente lembrar-se de tudo o que leu aqui antes de acreditar no ele está dizendo.




Quem escreve?
Gilvan Teles - colaborador
(Graduando em Estatística / ENCE)



Compartilhe :
 
Support : Creating Website | Johny Template | Mas Template
Copyright © 2011. Estatisti.co - All Rights Reserved
Template Created by Creating Website Published by Mas Template
Proudly powered by Blogger