Estatística e futebol

quinta-feira, 21 de fevereiro de 20130 comentários



Antigamente as equipes de futebol pensavam em contratar jogadores apenas baseados no que eles viam nos campos ou no que os empresários apresentavam nos DVDs, mas ocorreu uma recente revolução na gestão do futebol. Agora muitos dirigentes se baseiam nos números e nos índices de desempenho para contratar um jogador.

O índice de desempenho dos jogadores é medido jogo a jogo e esses dados podem ser, por exemplo, números de passes certos, finalizações certas, posição do jogador em campo, desarmes do jogador e etc.. Esses índices são todos reunidos em grandes bases de dados e depois de analisados podem influenciar no método de treinamento do time, assim como na sua escalação. Estes índices também ajudam a conhecer melhor os adversários e ver os seus potenciais pontos fortes e fracos.

O caso mais conhecido do uso dos números para contratar jogadores no futebol, é o caso do Liverpool. Em 2010 o time estava à beira da falência e foi comprado pela Fenway Sports, na qual o dono é John W. Henry, o mesmo dono do Boston Red Sox, que é um time de beisebol que aplicou a ideia dos números na contratação de jogadores e após isso saiu de uma fila de 86 anos sem ganhar um título que acabou ganhando em 2004.

O uso dos números e das estatísticas no beisebol é o mais conhecido no esporte até o momento e você pode ler mais sobre como ele ficou conhecido neste post, http://www.estatisti.co/2013/02/estatistica-no-esporte-moneyball-o.html 

Henry colocou como diretor de futebol do Liverpool o francês Damien Comolli. Comolli já trabalhava utilizando as estatísticas para contratar os jogadores e no período em que trabalhou no Tottenham Hotspurs, entre 2005 e 2008, trouxe 26 jogadores baseados no método dos números e estatísticas e entre esse jogadores estavam ídolos atualmente do time como Gareth Bale e Luka Modric, que recentemente trouxe lucro para o time, pois foi vendido por um bom preço para o Real Madrid.

Na sua chegada ao Liverpool, Comolli continuou a usar sua filosofia de trabalho baseada nas estatísticas. Sua primeira grande contratação na época foi Luis Suarez, uruguaio que hoje é pretendido pelos maiores clubes do mundo. Na época Suarez foi escolhido por Comolli baseado na sua relação entre número de jogos, assistências e números de gols nas três temporadas anteriores, antes de se transferir para o Liverpool.

No Brasil, os números e estatísticas dos jogadores no futebol ainda é bem recente, mas clubes como: Corinthians, Flamengo, Atlético Mineiro, Cruzeiro, Vasco, entre outros, já tem departamentos que estudam e utilizam esses métodos e estatísticas para auxiliar na tomada de decisões no futebol.
Compartilhe :
 
Support : Creating Website | Johny Template | Mas Template
Copyright © 2011. Estatisti.co - All Rights Reserved
Template Created by Creating Website Published by Mas Template
Proudly powered by Blogger